INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

PORTUGAL encontra-se na situação económica presente porque quer!

Portugal tem uma excelente localização estratégia, que ao longo da sua história e mesmo a sua origem vêm da relação com o mar. A palavra porto é a zona  de abrigo das ondas e das correntes, onde implica ação portuária, mercantil, pescatória e toda a ação que o homem tem do mar para terra.
Portugal Continental que por si só tem a forma de uma porta de uma casa, possui um espaço marítimo "O Mar Português" que se localiza numa zona de acesso (entrada-saída) ao espaço Europeu, apresentando uma excelente condição para portajar, como faz nas autoestradas terrestre, controlar e policiar a passagem das mercadorias e todos os bens e serviços, que hoje este mundo globalizante exige haver.
A necessidade de criar plataformas de controle e estabelecer corredores marítimos ao longo deste espaço é uma prioridade que hoje nada está feito. 
É um trabalho que disponibilizará para este século e para os futuros material para uma II Vaga de Descobrimentos.
 
É um negócio económico altamente rentável.
É um giga negócio, que atualmente apresenta uma rentabilidade zero e que nos dias de hoje  é tão imperativo como urgente o estado Português implementar a sua regulação, gestão e a exploração deste espaço, que está mesmo à nossa frente, mas que no entanto diluímos-nos no horizonte.

No dia em que Portugal avançar com esse leque de serviços, será também esse o dia em que a sua situação económica ficará resolvida.
Enviar um comentário