INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Técnicos explicam o que está em causa na desproteção da costa Portuguesa, nas zonas mais vulneráveis

"A erosão praial é um dos fenómenos mais impressionantes entre os processo costeiros, que acabou transformando-se em um problema emergencial na maioria das áreas costeiras do mundo. Segundo Bird, mais de 70% das costas arenosas do mundo têm exibido uma tendência erosiva nas ultimas décadas, menos de 10% apresentaram progradação e 20% a 30% mostraram-se mais ou menos estáveis ou sofreram transformações quase impercetiveis no mesmo período de tempo."

As dunas eólicas, as praias arenosas e as zonas costeiras atuam como "verdadeiros amortecedores" da energia das ondas sendo, portanto essenciais na proteção do continente contra a erosão marinha.
Consequentemente, elas constituem ambientes sedimentares extremamente dinâmicos e sensíveis a mudanças em escalas temporais variáveis entre poucos segundos a vários anos."


Lugar das Pedrinhas e Cedovém é um desses amortecedores, sendo um terraço marinho arenoso que serve de amortecedor e de tampão ao mar num processo continuo de depósito (A), permanência (B) e erosão (C). Durante milhares de anos este processo esteve equilibrado, com a intervenção humana (o esporão) houve um desequilíbrio, aumentou drasticamente a erosão(C), o que expõe este terraço marinho arenoso a um desgaste acelerado e em vias de extinção.
No caso de haver uma rotura destes tampões, não haverá nenhuma paragem da energia das ondas do mar, o que origina uma batida "seca", essa batida  poderá ter consequências imprevisíveis.
«Vejamos o planeta terra é um ser vivo, hoje nos dias de hoje ninguém questiona. Estes terraços marinhos arenosos formados no holocenos, são dunas eólicas que servem exatamente como os "pneus" que separam os anéis da coluna humana, amortecem o embate!. Se os retirar o que é que acontece?....pois é! aqui é o mesmo, a exposição ao desgaste será completamente descontrolado e o desmoronar do sistema também.»



Enviar um comentário