INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Praia de S. Bartolomeu, Esposende, reabre de cara lavada até final do ano


Esposende, 06 nov (Lusa) -- A renovada praia de S. Bartolomeu do Mar, em Esposende, "reabre" até ao final do ano, após um investimento de 3 milhões de euros, que incluiu a demolição de 27 construções, foi hoje anunciado.
O anúncio foi feito pelo presidente da sociedade Polis Litoral Norte, Pimenta Machado, na abertura de um seminário internacional sobre Gestão da Orla Costeira, que decorre hoje e sexta-feira, em Esposende.

Segundo Pimenta Machado, aquela é considerada a "intervenção rainha" do Polis Litoral, programa que atualmente tem em fase final de contratação mais 16 empreitadas, no valor de 21,1 milhões de euros.
"É uma intervenção exemplar, sendo de realçar o clima de completa paz social em que todo o processo decorreu", referiu.
Em curso estão mais seis intervenções, orçadas em 5,2 milhões de euros, tendo já sido dadas por concluídas outras 11, que custaram 5,9 milhões de euros.
A aguardar financiamento estão mais 11 intervenções, para as quais são precisos 14,9 milhões de euros.
Uma destas obras é a ecovia do litoral, que ligará Esposende, Viana do Castelo e Caminha, numa extensão de 73 quilómetros e que custará 6,7 milhões de euros, um investimento a candidatar ao novo quadro comunitário.

Sem financiamento está, neste momento, o projeto financeiramente mais avultado do programa, que tem a ver com a requalificação da zona de Cedovém/Pedrinhas, em Esposende, e que poderá implicar a demolição de cerca de 200 construções.
Inicialmente orçada em 11,6 milhões de euros, a intervenção está a ser repensada, para a situar em valores mais compatíveis com a atual realidade financeira do país.

No total, o Polis Litoral Norte contempla 45 empreitadas, ascendendo o investimento a 59 milhões de euros.
Entre as intervenções programadas para arrancar a breve prazo, destaca-se a que terá lugar na praia de Ofir, onde se situam as três torres de apartamentos, que no último inverno estiveram ameaçadas pelas marés vivas, tendo-se registados vários estragos na zona.
O cordão dunar será consolidado com geocilindros cheios de areia, para "segurar" as investidas do mar.
Solução idêntica está prevista para proteger a marginal de Esposende, numa intervenção que custará 1,9 milhões de euros.
No terreno desde 2009, o Polis Litoral Norte tem uma área de intervenção de 5000 hectares, que inclui uma frente costeira de 50 quilómetros entre Esposende e Caminha e ainda as zonas estuarinas dos rios Minho, Coura, Lima, Neiva e Cávado.
VCP // MSP
Lusa/fim
Blogue Pedrinhas & Cedovém com PORTO CANAL
Enviar um comentário