INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

sábado, 17 de outubro de 2015

Desafios do Mar Português

ÍLHAVO – A IV edição do seminário Desafios do Mar Português tem como tema “Portos, Paisagens Portuárias e Economia do Mar”. O programa divide-se em duas partes: a primeira relativa a questões de âmbito patrimonial e memorial; a segunda foca-se em aspetos da atualidade estratégica e económica das áreas portuárias. Tendo em conta, esta estrutura, o Museu Marítimo de Ílhavo convidou para as sessões de abertura e encerramento duas personalidades de renome nos campos da museologia marítima e da economia do mar.
Frits Loojmeir é historiador, atualmente Diretor do Museu Marítimo de Roterdão, e foi, até 2013, Presidente do International Committee of Maritime Museums. A sua comunicação terá como tema: About the Relevance of a Maritime Museum: the Rotterdam case.
António Costa Silva, Professor no Instituto Superior Técnico de Lisboa com agregação em Planeamento e Gestão Integrada de Recursos Energéticos, é o atual Presidente da Comissão Executiva do Grupo PARTEX OIL AND GAS, petrolífera da Fundação Calouste Gulbenkian. A PARTEX está envolvida, nos vários continentes, em projetos de exploração e produção de petróleo e gás. A sua comunicação terá como tema: A Geopolítica dos Portos e a Economia do Mar.



O conceito de Seminário Desafios do Mar Português, criado pelo CIEMar-Ílhavo em 2012, tem já lugar bem marcado na agenda nacional de debates sobre a relação de Portugal com o Mar. Numa altura em que se discute a redefinição do “mar português”, numa perspetiva essencialmente económica e geopolítica, continuamos a promover momentos de reflexão e discussão em torno de temas de cultura marítima. Trata-se de temas que pela sua atualidade e centralidade no debate público e pela sua importância histórico-cultural, mostram-se socialmente relevantes para a promoção de uma educação informal e contribuem para a construção cívica de uma cultura marítima.
A IV edição do seminário Desafios do Mar Português será dedicada ao tema “Portos, Paisagens Portuárias e Economia do Mar”. O Seminário contará com a parceria do Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço e Memória» (CITCEM) da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e da APA - Administração do Porto de Aveiro, S.A., cujo arquivo histórico em depósito no CIEMar-Ílhavo.
Os portos são elementos de ligação ao mar. Lugares de partida e de chegada, de gentes do mar e de transmissão de culturas. A proximidade de um porto sempre foi motivo de progresso, sendo a sua evolução histórico-social elucidativa do meio envolvente. Mais locais ou mais nacionais, os portos de hoje são elos estratégicos de ligação de vários sectores e agentes privilegiados do desenvolvimento


Programa

09h30 Sessão de abertura
Fernando Fidalgo Caçoilo (Presidente da Câmara Municipal de Ílhavo)
09h50 Lançamento do n.º 3 da “ARGOS - Revista do Museu Marítimo de Ílhavo” [ver mais]
10h00 Conferência de Abertura [ver mais]
About the Relevance of a Maritime Museum: the Rotterdam case
Frits Loojmeir (Director of Roterdam Maritime Museum)

10h30 PAINEL I - Conhecimento e Cultura
Os portos e espaços portuários da Época Romana à Idade Média
Vasco Mantas (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra)

Os portos do litoral norte português: O caso de Leixões
Joel Cleto (Porto Canal/ISAG Porto)

pausa para café
O porto de St. John´s – Terra Nova: uma evocação históricaJean Pierre Andrieux
Espaços portuários na evolução da paisagem urbana: O Porto como caso de estudo
Helena Teixeira (CITCEM - Faculdade de Letras da Universidade do Porto)

Documentário Fundeadouro Romano em Olisipo (55 min.) [ver mais]



Raul Losada (Time Land Films)

debate
pausa para almoço
14h30 PAINEL II - Realidades e Oportunidades
Os portos na economia do mar
Miguel Marques (PricewaterhouseCoopers)

Os Portos na ação do Fórum Oceano
Rui Azevedo (Associação Fórum Oceano)

A APDL e o Sector dos Cruzeiros
Emílio Brogueira Dias (APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, S.A.)

debate
pausa para café
16h00 PAINEL III - Organização e Estratégia
A Gestão Portuária e a formação especializada do ISCIA
Eduardo Martins (ISCIA)

O Porto de Aveiro no contexto regional e nacional
Pedro Braga da Cruz (APA - Administração do Porto de Aveiro, S.A.)

debate
16h45 Conferência de Encerramento [ver mais]
A Geopolítica dos Portos e a Economia do Mar
António Costa Silva (Partex Oil and Gas)

encerramento
INSCRIÇÕES | ciemar.mmi@cm-ilhavo.pt com os seguintes dados: nome, profissão, instituição e contactos.
Inscrições abertas até 19 de outubro de 2015


Com o apoio do Blogue Pedrinhas & Cedovem

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Jovem turca salva de afogamento nas Pedrinhas por professor e amigos


Os Bombeiros Voluntários de Fão (BVF) foram chamados a socorrer na praia das Pedrinhas em Apúlia uma jovem em pré-afogamento esta terça-feira ao final da manhã. Os bombeiros fizeram deslocar, pelas 11:36 horas, uma ambulância à Praia das Pedrinhas, na freguesia de Apúlia, concelho de Esposende.

A jovem, com cerca 20 anos, e originária da Turquia, estava com mais três colegas a banhar-se quando uma onda mais forte a atirou contra as rochas. O embate provocou alguns ferimentos que a impossibilitaram a jovem de sair pelos seus próprios meios da água, tendo sido a rápida intervenção do professor e colegas crucial para evitar uma tragédia maior.


Depois de receber assistência no local pelos BVF, a vítima foi transportada ao Hospital Braga.

A jovem, e ao que foi possível apurar, pertence a um grupo de estudantes oriundos da Turquia que estão alojados no Centro João Paulo II em Apúlia. Estiveram no local, para além dos Bombeiros Voluntários de Fão, a GNR de Esposende que tomou conta da ocorrência.

sábado, 3 de outubro de 2015

Garantidas intervenções no molhe da barra e na zona sul da Praia de Ofir

ESPOSENDE – Conforme tinha sido anunciado pelo Secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos, aquando da visita à intervenção na Restinga de Ofir, no passado dia 31 de agosto,...


ESPOSENDE – Conforme tinha sido anunciado pelo Secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos, aquando da visita à intervenção na Restinga de Ofir, no passado dia 31 de agosto, a obra de reconstrução do molhe da barra de Esposende vai mesmo avançar, perspetivando-se que possa arrancar no primeiro trimestre de 2016.

A confirmação resulta da publicação, hoje, do Aviso do POSEUR (Programa Operacional para a Sustentabilidade e Uso Eficiente de Recursos) para a execução de um conjunto de intervenções no litoral, num montante global de 25 milhões de euros, entre as quais se incluem as obras de reconstrução do molhe norte da barra de Esposende e de reforço do sistema dunar e proteção da linha de costa a sul da Praia de Ofir.

No conjunto, estas intervenções no litoral do concelho rondarão 1,5 milhões de euros, revestindo-se de relevante importância, sendo que, no caso do molhe, se trata, sobretudo, de garantir condições de segurança à navegação, uma vez que a estrutura se apresenta bastante degradada, não cumprindo devidamente o objetivo para o qual foi concebida. O projeto desta intervenção foi já executado, no âmbito do programa Polis Litoral Norte, pelo que logo que a obra seja adjudicada os trabalhos poderão iniciar-se mais rapidamente.

Relativamente à intervenção na zona sul da Praia de Ofir, e tal como tinha sido referido pelo Secretário de Estado do Ambiente, a obra passará pela criação de uma duna artificial, através da instalação de cilindros geossíntéticos, tal como está a ser feito na Restinga, garantindo, assim, a defesa da costa.

Satisfeito por ver atendidas estas novas reivindicações apresentadas pelo Município à Administração Central, o Presidente da Câmara Municipal de Esposende refere que “são excelentes notícias para Esposende”, salientando que “uma vez mais, o Governo, no caso o Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, foi sensível aos nossos argumentos e percebeu a necessidade de executar estas duas intervenções, no sentido de garantir a segurança não só dos pescadores, mas da população do concelho, em geral”. Benjamim Pereira realça que se trata de “duas intervenções da maior importância que, a somar a todas as outras, já concluídas ou em curso, contribuem para reforçar a segurança da nossa costa e para a valorização do nosso território”.

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

SUMAKids em Esposende uma parceria do Centro de Educação Ambiental e da empresa SUMA

ESPOSENDE – Já se encontra disponível na página eletrónica da Empresa Municipal Esposende Ambiente e no Blogue do Centro de Educação Ambiental o acesso à plataforma interativa SUMAKids, um...


ESPOSENDE – Já se encontra disponível na página eletrónica da Empresa Municipal Esposende Ambiente e no Blogue do Centro de Educação Ambiental o acesso à plataforma interativa SUMAKids, um espaço online de disponibilização de conteúdos de educação ambiental, desenvolvido pela empresa SUMA – Serviços Urbanos e Meio Ambiente, S.A., entidade prestadora de serviços à Câmara Municipal, no âmbito da recolha e transporte de resíduos indiferenciados a destino final.
Concebida para democratizar o acesso a atividades de sensibilização, a plataforma interativa SUMAKids pode ser utilizada pelos mais novos, pelos professores, encarregados de educação, munícipes e por todos os que tenham interesse nas temáticas abordadas, uma vez que irá permitir o acesso a conteúdos desenvolvidos pela SUMA nesta área, desde animações, a visualização de vídeos, a histórias e a materiais para descarregar e desenvolver atividades, tais como jogos de sequências e correspondência, fichas de pintura e de artes manuais, entre outros.
Os materiais disponibilizados abordam várias temáticas relacionadas com a educação para o ambiente e para a cidadania, desde o acondicionamento e deposição de pequenos lixos (dejetos caninos e outros, em zonas pedonais e vias rodoviárias), à redução da produção de resíduos e sua valorização – como sejam a reciclagem de embalagens, de resíduos orgânicos e dos óleos alimentares usados -, para além de focaram os produtos resultantes da reciclagem de materiais. Paralelamente, são ainda abordados conteúdos transversais, tais como a prevenção rodoviária, saúde básica e alimentar, e segurança em espaços públicos e privados.
Para além deste projeto, durante o ano letivo que agora se inicia serão desenvolvidas outras iniciativas com o apoio da SUMA,com destaque para a Semana Europeia de Prevenção dos Resíduos.