INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

CEDOVÉM não pode perder esta oportunidade!

Guimarães em 2012 vai ser a Capital Europeia da Cultura, será uma altura que virá muita gente (1.500.000 visitantes e turistas) a Portugal não só para visitar a capital, mas também usufruir do Património Natural, (campo e das praias) e quem está mais bem posicionada para ser a praia da Cultura, é sem dúvida Cedovém e Pedrinhas, pois carregam um forte Património Material e Imaterial que deverá ser dado a conhecer.
A área da restauração de Cedovém terá uma optima oportunidade para criar pratos alusivos ao evento, criar condições que dêem apoio aos turistas que virão com o intuito de se alimentar através de uma gastronomia com história. A área de comércio terá aqui também uma hipótese de comercializar artesanato, recordações sobre os sargaceiros, da faina agro-marítima, masseiras, etc.

Vamos todos prepararmo-nos para receber bem ... pois só faltam 9 meses!

video

terça-feira, 5 de abril de 2011

Já posso ver tudo à minha volta...

VISTA 360º
Agora só falta ver em tempo real.

O site 360Portugal faz referência a um vastíssimo Património Português e o Lugar-das-Pedrinhas já lá vem referenciado.

O texto que acrescentaram ao local, foi simplesmente este:

"Entre Ofir e Apúlia fica um conjunto de antigas cabanas dos pescadores. Estas cabanas foram convertidas para casas de veraneio mantendo a traça original deste tipo de construções. Mantem-se ainda hoje neste local um ambiente de harmonia com o ambiente envolvente, contrastando com toda a "evolução" caótica que se vê no litoral nortenho. Os acessos manteem-se de terra batida e areia, muros baixos ou inexistentes, volumetria pequena das construções, o recurso à pedra local para as paredes exteriores, e caixilharia de madeira."