INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

POETIZAR PEDRINHAS & CEDOVÉM - ESPOSENDE - PORTUGAL



poema - APÚLIA

Ó praia azul das mãos de El-Rei herdada
quem te roubar não deu à Pátria ouvidos,
e o filhos dela, em branca revoada,
exigem os espólios devolvidos.

Nestas paragens há bezerros de oiro
que, em vão, procuram ébrios, ajoelhados.
O povo, aqui é principesco e loiro
e guarda o culto dos antepassados.

Apúlia eterna! Apúlia independente!
Muro a deter toda a invasão secreta.
Não sou ninguém, mas sou alguém que sente
em vós, Irmãos, minha alma de Poeta.

Deixem-nos, sós, viver livres, ao menos,
se deram vida (a sua vida) ao mar.
Ai! Sargaceiros já não têm terrenos
onde os seus barcos possam descansar!

(Junho de 1973)
Enviar um comentário