INTRODUÇÃO

Pedrinhas e Cedovém são dois Lugares à beira mar, situados entre Ofir e a Apúlia, no concelho de Esposende - PORTUGAL.

Localizam-se num lugar calmo em cima do areal, onde pode almoçar e jantar com uma gastronomia típica local e poder usufruir de uma paisagem natural marítima Atlântica a uma temperatura do Litoral do Sul da Europa .
Onde construções CELTAS desabrocham de fundações milenares, que resulta uma relação de interligação com a paisagem. Os caminhos e os percursos de acesso ainda se encontram em areia e criam uma composição que conjuga de forma perfeita entre a topografia e época das construções, o que dá um cunho único ao Lugar. Se estivermos acompanhados com alguém especial, imediatamente nos apaixonamos e nunca mais conseguimos cortar o "cordão umbilical" com este LUGAR cheio de magia e de uma beleza natural única.

domingo, 22 de junho de 2014

Camara Municipal de Esposende - vem a público lavar as mãos - Intervenção na praia de Ofir


«ESPOSENDE – Face às notícias que têm vindo a público na comunicação social, nos últimos dias, relativas à intervenção da Praia de Ofir, em Fão, a Câmara Municipal vem esclarecer o seguinte:
aconselhamos a ler o artigo do website dos fangueiros no mundo)

- A obra em causa é da responsabilidade da Sociedade Polis Litoral Norte, que encetou todas as diligências com vista à execução do projeto;

- A empreitada compreende duas fases, a primeira das quais teve início no passado dia 16 de junho, e que se traduz no reperfilamento da praia. Para tal está a ser feita a ripagem de areias, operação que consiste em movimentar as areias para a zona superior da praia, reconstituindo um perfil próximo dos perfis naturais existentes. Prevê-se que esta primeira fase do projeto esteja concluída no final do mês de Junho;

- A segunda fase da intervenção, a executar após o término da época balnear, traduzir-se-á na reposição da defesa aderente existente que tem um parâmetro exposto em blocos de enrocamento, no reforço da escada de betão de acesso à praia, que ficou descalçada, na demolição e remoção de um muro de suporte da plataforma, em betão, e de um muro que colapsaram, incluindo também a construção de um novo muro de suporte e a recuperação e repavimentação da praceta na área afetada. Prevê-se, ainda, o reperfilamento de areia na praia, reconstituindo novamente um perfil próximo dos perfis naturais existentes;

- Apesar de todos os esforços e diligências para iniciar a primeira fase da intervenção antes do início da presente época balnear, tal não foi possível por razões que se prendem com os procedimentos legais inerentes a uma intervenção deste cariz, nomeadamente elaboração do projeto, candidaturas, concursos e escolha de propostas, que implicam o cumprimento de prazos;

- Consciente destes condicionantes, em devido tempo, o Município reuniu com os concessionários da Praia de Ofir e com a Capitania do Porto de Viana do Castelo, no sentido de definir a organização da praia, tendo ficado acordadas as áreas para instalação de barracas, com a plena garantia de segurança;

- A Câmara Municipal não pode, pois, deixar de estranhar algumas declarações veiculadas no comunicação social, dando conta do desagrado de um concessionário, que estava a par destes procedimentos;

- Não pode a Autarquia também deixar de lamentar que, ao invés de manifestar preocupação em sensibilizar a população para a problemática da erosão costeira e para a premência desta intervenção, no sentido de garantir o usufruto pleno da praia, determinadas pessoas estejam mais interessadas em incendiar a opinião pública e retirar daí aproveitamento político.»

Enviar um comentário